"Se V. possui uma renda tenerife antiga, achou um bastidor ou uma toalhinha no baú, compartilhe essa preciosidade com outros interessados e rendeiras. Entre em contato conosco para obter com o mediador as instruções para ser co-autor do MUSEU VIRTUAL e fazer um post com sua peça. Ou mande a foto que faremos a postagem em seu nome"

"Si tiene un antiguo encaje de tenerife, has encontrado un cojin o un mantelito en el baúl, comparta esta joya con encajeras y otros interesados. Póngase en contacto con nosotros para obtener las instrucciones con el mediador y hacer un "post" con su pieza como coautor del MUSEO VIRTUAL. O envia una foto que se publicará en su nombre."

"If you have an old tenerife lace, found a rack or a small doillie in the family chest, share this preciousness with other parties concerned and lace-making. Please contact us to obtain with the mediator the instructions to be co-author of the VIRTUAL MUSEUM and make a post with your play. Or send us a photo and we will make posting on your behalf."

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Do baú de Rebecca: renda tenerife d'avó Isabel





Para Rebecca, autora do blog DANDOLINHAS, o nhanduti chegou através da avó Isabel, filha de espanhóis,  "que confeccionava a renda numa almofadinha de couro, onde ela colocava alfinetes formando o desenho pretendido. Depois, sei lá como, ia trançando os fios e nasciam belas toalhinhas".

       Além da toalha que ela recuperou e guarda emoldurada, Rebecca conseguiu também o bastidor que a avó usava " que foi meu vô Floriano que fez prá ela"... "E um livreto francês de onde os modelos eram tirados."



     Interessante notar que a almofada que a avó Isabel usava é o bastidor usado até hoje em Tenerife, Ilhas Canárias para fazer as Rosetas Canárias. Podemos vê-lo AQUI nessa postagem do n/blog RENDA TENERIFE OU RENDA SOL . 



    Outro ponto interessante é que o livreto de modelos de que a blogueira fala é uma publicação que correu o mundo em mais de 100 linguas da Bibliothèque DMC, LA DENTELLE TÉNÉRIFFE. V. consegue baixar o livro digitalizado em .pdf. clicando AQUI.


     A editora responsável pela coleção que abordava vários trabalhos de agulha era Thérése de Dillmont (1846-1890) cujo nome continuou a ser usado mesmo após sua morte já que era sinônimo de excelência nas  publicações de trabalhos manuais. Segundo palavras da edição francesa, o livro era um "album contendo 20 páginas de modelos para renda tenerife precedidas de um texto com figuras explicativas facilitando a execução deste tipo de produto"   
  

Nenhum comentário: