"Se V. possui uma renda tenerife antiga, achou um bastidor ou uma toalhinha no baú, compartilhe essa preciosidade com outros interessados e rendeiras. Entre em contato conosco para obter com o mediador as instruções para ser co-autor do MUSEU VIRTUAL e fazer um post com sua peça. Ou mande a foto que faremos a postagem em seu nome"

"Si tiene un antiguo encaje de tenerife, has encontrado un cojin o un mantelito en el baúl, comparta esta joya con encajeras y otros interesados. Póngase en contacto con nosotros para obtener las instrucciones con el mediador y hacer un "post" con su pieza como coautor del MUSEO VIRTUAL. O envia una foto que se publicará en su nombre."

"If you have an old tenerife lace, found a rack or a small doillie in the family chest, share this preciousness with other parties concerned and lace-making. Please contact us to obtain with the mediator the instructions to be co-author of the VIRTUAL MUSEUM and make a post with your play. Or send us a photo and we will make posting on your behalf."

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Do bau de Da. MARIA ADELAIDE DE MELLO


Da.MARIA ADELAIDE DE MELLO nasceu em S.Paulo e completou 90 no último dia 30 de dezembro. Trabalhou como costureira em fábricas e, interessada nas novidades de seu metier, aprendeu a técnica da renda tenerife - que ela chama nhanduti - com colegas ainda solteira. "Caprichosa com tudo o que faz, ela adora desafios, tanto o fazia nas costuras (hoje não mais) como até hoje aplica nos bordados, rendas e alguns consertos a mão." nos contou Laudemilia Cavallari, aluna de n/Curso Básico de Campinas em 2015. 

Estes bastidores e módulos em elaboração estavam entre os seus guardados. Relatou que teceu algumas peças inclusive para seu enxoval, porém não restou nenhuma. Mas, mais alvissareiro foi que o assunto despertou nela a retomada da técnica e fomos informadas que ela voltou a fazer a renda nhanduti. Foi prometido que um dia poderemos contar com fotos dessa rendeira na atividade nesta fase! Aguardemos






Nenhum comentário: